Vereadores do PS na Câmara da Guarda consideram que é preciso fazer mais pelo setor do Turismo no concelho

O sector do Turismo continua a marcar o discurso dos vereadores do PS na Câmara da Guarda. Eduardo Brito considera que a FIT é um bom investimento mas que não tem retorno e que a maioria não deve promover o turismo apenas na Feira Ibérica. O socialista diz que o facto de nos últimos anos se ter registado um aumento de dez mil dormidas na cidade não chega e que é preciso fazer mais.

O socialista chega mesmo a dizer que o Município tem de “calçar as sapatilhas e correr o Mundo em busca de investidores” porque o concelho não está a atingir os objetivos de concelhos vizinhos.

Na resposta, o presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro referiu que a Feira Ibérica de Turismo teve, este ano, a presença de 500 entidades e que se não fosse este evento, a Guarda não teria capacidade de atrair tantos visitantes. Carlos Chaves Monteiro acrescentou que o Município apoia outros eventos que visam atrair turistas ao concelho e à região.

O presidente da Câmara da Guarda adiantou que os vereadores socialistas desvirtuam a realidade dos números que foram anunciados pelo presidente do Turismo do Centro, uma vez que houve um aumento de dez mil dormidas nos últimos 5 anos. (ouvir aqui)