A ULS da Guarda vai proceder à emissão de notas de débito, para o pagamento de taxas moderadoras em divida

Em comunicado enviado para as redações, a Unidade Local de Saúde  da Guarda, informa que vai solicitar aos utentes para que efetuem o pagamento taxas moderadoras em atraso, sem especificar no entanto a que período se reportam essas dividas. O comunicado também não especifica a forma como as notificações vão chegar aos utentes, mas refere que o pagamento pode ser feito na sede ULS da Guarda e nas unidades funcionais que pertencem a esta Unidade Local de Saúde. O comunicado termina referindo que estão a ser tomadas medidas para que a partir de 2020 essas notas de débito passem a ser enviadas com periodicidade mensal e referencia multibanco associada.

A Rádio F, solicitou esclarecimentos adicionais ao Conselho de Administração da ULS da Guarda, para saber o montante total em divida, a que período se referem essas notas de débito e data limite para efetuar o pagamento, bem como questionar se houve alguma indicação por parte da tutela, para a cobrança das taxas moderadoras em falta. Até ao momento não obtivemos qualquer resposta.