Já entrou em funcionamento um sistema de videovigilância para detenção de fogos florestais na área territorial da CIM Beiras e Serra da Estrela. Trata-se de um projeto que foi implementado por esta Comunidade Intermunicipal, denominado Sistema de Acompanhamento Remoto e Apoio à Decisão Operacional (SARADO), que contempla a instalação de 17 torres com videovigilância que permitirá incrementar a deteção e apoio à decisão nas operações de combate aos incêndios rurais. O Presidente da CIM Beiras e Serra da Estrela salientou a importância deste projeto, na detenção de incêndios florestais. Para já a taxa de cobertura do território ronda os 72%, diz Filipe Camelo. Em funcionamento estão 17 camaras de videovigilância, esta fase ficou marcada pela inauguração do interface que fica localizado nos Comando Distrital de Operação de Socorro da Guarda.

O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita presenciou à entrada em funcionamento do sistema e destacou a importância da videovigilância nas decisões de comando no combate aos fogos rurais. Eduardo Cabrita enalteceu a decisão dos autarcas, em implementar o sistema no território da CIM Beiras e Serra da Estrela. Este Sistema de Acompanhamento Remoto e Apoio à Decisão Operacional, diz o ministro da Administração Interna, vem complementar uma rede nacional de videovigilância que já está em funcionamento em algumas zonas do país. (ouvir aqui)

 

 

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close