Recorde-se que o presidente do Município retirou a confiança política ao até aqui Vice-presidente, bem como todos os pelouros que estavam sob a responsabilidade do mesmo. Até ao final do mandato, Carlos Chaves Monteiro acredita que vão ser mais pontos de convergência do que diferença.

Carlos Chaves Monteiro não acredita que o vereador Sérgio Costa seja uma força de bloqueio ao trabalho da maioria, mas aceita que possam surgir diferenças de pensamento. (ouvir aqui)

 

 

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close