Os moradores da rua de Santo António queixam-se do mau estado daquela artéria da cidade

Os moradores da Rua de Santo António, no bairro com o mesmo nome, na Guarda, estão descontentes com a falta de limpeza daquela artéria e queixam-se ainda de que quando chove a rua fica inundada porque não existe uma rede de águas pluviais, algo que acontece também noutros bairros mais antigos da cidade, para onde a água possa escorrer.

José Santos, um dos moradores deu conta dessa indignação e queixa-se ainda da falta de limpeza da rua e na inexistência de um contentor para depositar o lixo. Este morador da Rua de Santo António diz que já levou o assunto à Junta de Freguesia mas que ainda nada foi feito para resolver o problema.

A falta de limpeza da rua parece ser outro problema, tal como um buraco que foi aberto no chão e que ainda não foi totalmente reparado. A Rádio F falou também com o presidente da Junta de Freguesia da Guarda. João Prata reconhece que a rua necessita de uma intervenção, que até já deveria ter acontecido há mais anos.

Quanto ao problema do tal buraco que ainda não foi reparado, o presidente da freguesia explica que é normal que ainda não tenha havido uma reparação.

João Prata acrescentou ainda que todos estes problemas da Rua de Santo António só podem ser resolvidos a médio prazo, mas lembrou que a rua deveria ter tido uma intervenção de fundo, que ao longo dos anos, nunca foi efectuada.

DSC08837