O IPG preencheu 513 vagas na 1ª fase de ingresso ao ensino superior, um aumento de quase 41% comparativamente com o ano anterior

De acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o Instituto Politécnico da Guarda ficou com mais 149 alunos na primeira fase de candidaturas em comparação com o ano anterior, o que corresponde a um aumento de 40,9 por cento. No total são 513 os novos estudantes no Politécnico da Guarda.

Nos resultados divulgados, os cursos com maior procura no IPG são as licenciaturas de Enfermagem, Gestão, Desporto, Marketing e Comunicação Multimédia, nos quais subiram as notas médias dos estudantes que entraram.

O presidente do IPG, Joaquim Brigas diz que os números são satisfatórios e que têm aumentado nos últimos anos.

Joaquim Brigas destaca também as médias das candidaturas, nomeadamente na nova licenciatura de Biotecnologia Medicinal, onde a primeira colocada obteve uma média de 19 valores.

O presidente do IPG sublinha ainda a adesão de estudantes da Guarda ás novas licenciaturas de Biotecnologia Medicinal e Mecânica Informática Industrial. Joaquim Brigas acredita que a 2ª fase de acesso também seja positiva, até para dar mais estabilidade à vida interna do IPG.

O presidente do Politécnico sublinha ainda que a entrada destes novos estudantes no IPG vai contribuir para o desenvolvimento económico da cidade.