O Instituto Politécnico da Guarda em colaboração com vários parceiros, está a criar um centro de investigação em Logística e que se designa por Laboratório Colaborativo

A iniciativa foi apresentada esta semana após uma reunião onde esteve presente o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor. Para o IPG este é um projecto há muito ambicionado e o objectivo é juntar vários investigadores que irão estudar a rede de circuitos logísticos da região e do país.

O presidente do IPG, Joaquim Brigas referiu que este é um passo importante para o colocar o Instituto Politécnico da Guarda como referencia na qualidade logística em Portugal. O futuro Laboratório Colaborativo irá juntar investigadores e vai estudar a rede dos circuitos logísticos da região e do país. Outro objectivo é fazer o levantamento dos recursos humanos deste “cluster” do tecido empresarial nacional, da sua estrutura de serviços e da respectiva oferta, no sentido de mapear com rigor as suas necessidades e oportunidades. Joaquim Brigas não tem dúvidas de que este Laboratório Colaborativo na área da logística irá valorizar os recursos humanos do IPG.

O anúncio foi feito numa cerimónia de apresentação de uma pós-graduação em Logística para Profissionais e Executivos e que contou com a presença do presidente da Câmara da Guarda, Sérgio Costa e das ministras da coesão territorial, Ana Abrunhosa e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

O autarca abordou o assunto para salientar que o Município quer promover uma aposta forte na área da Logística, tendo em conta a boa localização geográfica da cidade em relação ao mercado espanhol e do resto da Europa.

Já a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, destacou que a Guarda tem aqui uma oportunidade para criar emprego qualificado e ainda a oportunidade das empresas fazerem novos negócios no mercado ibérico.  A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho reforçou que estes projectos fazem a diferença porque respondem às necessidades das empresas e são inovadores.

A iniciativa foi apresentada esta semana após uma reunião, que decorreu no IPG, e onde esteve presente o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.