O deputado Socialista na Assembleia Municipal da Guarda, Matias Coelho, mostrou-se indignado ao saber que estão a ser utilizados dinheiros públicos da autarquia, para financiar a castração de animais de companhia

E foi na linha da intervenção do deputado Social Democrata, Miguel Bandarra que esta insatisfação foi manifestada, que dava conta do protocolo assinado entre a autarquia da Guarda e quatro clínicas veterinárias da cidade. Ora, Matias Coelho ficou indignado por saber que estão a ser utilizados fundos autárquicos para financiar clínicas veterinárias privadas que efetuam a castração a animais de companhia. Na resposta, o deputado Miguel Bandarra disse que este fundo foi destinado às autarquias pelo Governo PS.

Em jeito descontraído, a presidente da Assembleia Municipal, Cidália Valbom referiu que no fundo, acaba por ser contribuinte a pagar.