Tal como aconteceu na Páscoa, neste fim-de-semana prolongado será proibido fazer deslocações entre concelhos. A medida já tinha sido anunciada pelo primeiro-ministro António Costa, no final da semana passada.

Ontem à tarde, após uma reunião da Comissão Distrital da Protecção Civil Distrital, Carlos Ascensão, presidente da Comissão Distrital da Protecção Civil e autarca de Celorico da Beira, disse à Rádio F, que o fim-de-semana, apesar de estar previsto bom tempo, tem de ser de confinamento. Durante a reunião foram também discutidas medidas que terão de ser tomadas aquando da reabertura das escolas que vão receber o período de exames. Carlos Ascensão salientou também a importância de manter as fronteiras encerradas.

O presidente da Comissão Distrital da Protecção Civil diz que mesmo com a restrição de algumas medidas para os próximos dias, continua a ser necessário, por exemplo, usar os meios de protecção como são o caso das máscaras, luvas e viseiras e manter a distância entre pessoas.

Carlos Ascensão reforça que o mês de Maio vai ser importante mas alerta que não pode haver descontracção por parte das pessoas. (ouvir aqui)

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close