O município da Guarda vai investir mais de um milhão de euros, na requalificação de estradas nas freguesias rurais e nas ligações com concelhos vizinhos

À Radio F, o Vice-Presidente da Câmara da Guarda, lembra que já no anterior mandato foram feitas várias obras em estradas das freguesias rurais do concelho. Agora estão previstas outras intervenções, mas é necessário tentar encontrar financiamento, mas no limite, diz Sérgio Costa o investimento vai sair da tesouraria das finanças do Municipio.

Sérgio Costa lembra que este foi um compromisso eleitoral da atual maioria que governa a Câmara da Guarda. O vereador fala das ligações entre Videmonte e Amoreiras, ambas ao concelho de Celorico da Beira, bem como a ligação ao concelho de Pinhel, via Pera do Moço e também Jarmelo. O Vice-Presidente acrescenta ainda que estão previstas outras intervenções, entre elas, na Vela, Gonçalo, Maçainhas e Benespera.

O investimento previsto ultrapassa um milhão de euros e será feito faseadamente, de uma forma financeiramente sustentável e sempre na procura de eventuais fundos, refere o Vice-Presidente da Câmara da Guarda. Sérgio Costa diz que as intervenções arrancam desde que haja garantias financeiras para a sua execução, tendo em conta a atual lei dos compromissos.

O Vereador na Câmara da Guarda com o pelouro das obras públicas, lembra que para já estão a decorrer trabalhos de melhoramentos em ligações entre várias freguesias rurais do concelho da Guarda (Adão, Pêga, Vila Fernando, Castanheira, Rochoso, Jarmelo, Vila Garcia), fruto de financiamento através do Programa Operacional de Assistência Técnica.

Numa grande entrevista que o Vice-Presidente da Câmara da Guarda concedeu à Rádio F, acerca deste assunto referiu, que a atual maioria olha para o concelho como um todo, o investimento nas acessibilidades são para ser feitos de forma igual nas freguesias rurais ou na cidade da Guarda. (ouvir aqui)