João Prata, comentador da Rádio F, entende que deve haver apenas uma lista consensual para a distrital do PSD da Guarda, encabeçada por alguém que faça a ponte entre as várias vontades dos militantes Social Democratas do distrito. A opinião foi emitida esta semana no programa da Rádio F, Ponto por Ponto, onde o assunto abordado prendia-se com a análise dos resultados no distrito da Guarda para as internas que se realizaram no passado sábado.

João Prata é da opinião de que nas eleições que vão acontecer para distrital da Guarda do PSD, lá para meados do ano, seria vantajoso haver uma lista única que abranja as duas sensibilidades do Partido Social Democrata no distrito da Guarda. João Prata reforça a opinião em haver uma lista única para o PSD no distrito da Guarda e acrescenta que essa a eventual lista consensual que possa vir a surgir, deve ser encabeçada por alguém que esteve com o atual líder Carlos Peixoto. O comentador da Rádio F, que também é presidente da Junta de Freguesia da Guarda pelo PSD, acrescenta que é importante congregar as duas principais sensibilidades internas, com vista a ter um Partido Social Democrata forte no distrito da Guarda. A opinião foi emitida esta semana no programa da Rádio F, Ponto por Ponto, um programa que ainda pode ouvir em reposição e na íntegra, hoje depois do jornal regional às 19 horas. (ouvir aqui)

 

 

 

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close