Grupo Parlamentar Socialista na Assembleia Municipal da Guarda, pede mudança de políticas a Chaves Monteiro e mais apoio ao tecido empresarial do concelho

A deputada do PS na Assembleia Municipal da Guarda, Paulisa D`Assunção, pediu ao atual presidente de Câmara para mudar a política que vinha a ser seguida por Álvaro Amaro. Na opinião da socialista, o ex-autarca usou a Guarda para se valorizar e nada fez em prol da cidade. Nesta questão o presidente da Câmara da Guarda saiu em defesa do ex-autarca. Carlos Monteiro referiu que Álvaro Amaro deu visibilidade à cidade.

Mas a deputada do PS desafiou também Carlos Chaves Monteiro a ajudar as empresas da Guarda, nomeadamente as que vendem flores para colocar nas rotundas ou as que têm tendas para eventos. Carlos Chaves Monteiro respondeu que este tipo de contratações tem que ser feitas por concurso público ou consulta prévia e que o mercado é aberto.

Quase a terminar a intervenção, a deputada socialista criticou a Câmara pode ter deixado escapar um investimento de uma empresa de sumos naturais de fruta biológica. Carlos Chaves Monteiro negou e garantiu que este executivo tem recebido todos os empresários. O autarca acrescentou que as declarações da deputada são chocantes. (ouvir aqui)