Funcionários públicos da ULS da Guarda passam para o regime de 35 horas semanais a partir de 1 de Julho

A partir de 1 de julho os trabalhadores da Função Publica vão passar a trabalhar 35 horas semanais em vez das atuais 40. A ULS da Guarda já está a preparar o arranque das 35 horas para os profissionais de saúde, que são funcionários públicos. Carlos Rodrigues, Administrador da ULS da Guarda, refere que já teve ruma reunião interna e pretende também, alargar esses contactos a outros profissionais e a alguns representantes sindicais. O presidente do conselho de administração da ULS da Guarda admite impactos, nomeadamente a necessidade de mais enfermeiros.

Carlos Rodrigues reconhece que a aplicação das 35 horas, apenas para quem tem vínculo na função publica, pode gerar falta de motivação, para quem trabalha 40 horas, nos mesmos serviços onde também há profissionais, que passarão a fazer as 35 h previstas no diploma aprovado pelo governo.

DSC09000