Executivo da Câmara da Guarda aprovou por unanimidade a alienação de uma parcela no Parque Industrial

O executivo da Câmara da Guarda aprovou, por unanimidade, a proposta de hasta pública para alienação de uma parcela de terreno situada à entrada do parque industrial da cidade, onde em tempos se pensou fazer um quartel para a GNR. Naquele espaço poderá ficar instalada uma empresa, mas o negócio parece ainda não estar concluído, como frisou o presidente da Câmara da Guarda. Álvaro Amaro lembrou ainda que para aquele espaço chegou a estar projectado um novo quartel para a GNR que entretanto nunca chegou a ser feito.

O presidente da Câmara da Guarda deixou entender que não podia estar à espera que o quartel da GNR fosse feito, para dar utilidade àquele espaço e garantiu que o município até está disposto, se for caso disso, para comprar um novo terreno para a Guarda Nacional Republicana.

Os vereadores do PS também concordaram com a proposta apresentada mas, acerca deste assunto, o vereador Joaquim Carreira deixou ficar uma declaração de voto.