Eduardo Brito anuncia a desistência da sua candidatura à Federação PS da Guarda

Eduardo Brito vai anunciar a desistência da sua candidatura à Federação do PS esta manha às 11h na sede do PS na Guarda. Num e-mail enviado à comunicação social durante esta madrugada refere não estarem reunidas as condições democráticas necessárias à realização do ato eleitoral.

Na página oficial do candidato no Facebook pode ler-se, “A Comissão Organizadora do Congresso do PS-Guarda, numa atitude violadora dos mais elementares princípios de um Estado de Direito, impediu as nossas listas da Guarda, Celorico da Beira,
Fornos de Algodres, Manteigas, Almeida e Figueira de Castelo Rodrigo, de hoje disputarem as eleições. Uma parte significativa dos Militantes do PS da Guarda são impedidos, de forma sectária, de participarem na Vida do Seu Partido.” Acrescenta ainda “A gravidade do momento exige Firmeza, Determinação e Coragem. Como sempre dissemos estamos aqui para devolver o PS aos militantes, pô-lo ao Serviço das Pessoas e não para gerir carreiras pessoais. Temos que dar combate sem tréguas à prepotência e à falta de princípios éticos;

O candidato na mesma comunicação refere que vai recorrer aos órgãos do partido para pedir a anulação do acto eleitoral. “Por isso, decidi retirar a minha Candidatura a Presidente da Federação da Guarda e solicitar aos órgãos competentes do PS, que anulem este acto eleitoral. Hoje não votamos, mas a luta vai continuar, agora com mais força ainda e só vamos parar, quando o Partido Socialista na Guarda for de todos os Militantes.”

DSC08220