Distrito da Guarda tem a percentagem mais alta de rastreio do cancro da mama da região centro

Os resultados do rastreio do cancro da mama referentes a 2016, na região centro indicam que as mulheres do distrito da Guarda, são as que estão mais sensibilizadas para fazer o rastreio. Aliás, estão mesmo no topo da tabela comparando com outros distritos.

O diretor Clínico da ULS da Guarda, Gil Barreiros falou com agrado da adesão das mulheres do distrito, quando a carrinha da liga portuguesa contra ao cancro se desloca a esta zona. As mulheres do distrito da Guarda são de facto as que aderem mais ao rastreio com uma percentagem de 72,8%. Gil Barreiros deu conta dos números de outras zonas da região centro. O diretor clínico da ULS da Guarda também realçou o papel importante dos centros de saúde, na prevenção do cancro da mama.

Em 2016, na região centro, foi o distrito onde mais mulheres aderiram ao exame.