Decorre entre hoje e amanhã na Guarda, a 3ª edição do Congresso da Feridas

Os trabalhos decorrem no TMG e durante dois dias, vai ser debatida a temática das feridas, com o objetivo de melhorar a qualidade de cuidados prestados à comunidade, na prevenção, diagnóstico e tratamento das feridas. Joaquim Nércio, da organização, diz que este assunto é transversal a todos os setores da saúde. Este congresso dedicado à temática das feridas, já vai para a 3ª edição, Joaquim Nércio destaca a dimensão que o mesmo atingiu.

São esperados vários profissionais da área da Saúde para este congresso, mas Joaquim Nércio, destaca as últimas apresentações, que deverão atrair outros profissionais de outras áreas. O primeiro subordinado à temática “A Ferida e o Crime”, apresentada pelo médico-legista Pinto da Costa, seguido do tema “As feridas do Seculo XXI” com o Professor Doutor Paulo Alves.

O evento conta com a colaboração de várias entidades e acaba por ser autofinanciado, Joaquim Nércio fala da logística necessária para a realização do Congresso. A lotação do TMG para este congresso está praticamente lotada, são esperados centenas de congressistas oriundos de várias classes profissionais de toda a Beira Interior e também da Beira Alta. (ouvir aqui)