CDU apresentou os candidatos às próximas autárquicas na Guarda. Carlos Canhoto, referiu que a felicidade da população não passa por “divertimentos fúteis e campanhas de propaganda”

A CDU apresentou no passado sábado à tarde no jardim José de Lemos, os seis primeiros candidatos à Câmara municipal da Guarda, bem como à Assembleia Municipal. Reforçar o número de votos e número de mandatos, são os objetivos da candidatura liderada pelo comunista Carlos Canhoto. O candidato na sua intervenção inicial, deixou algumas críticas ao executivo que lidera atualmente os destinos da Câmara da Guarda, referindo que a felicidade da população do concelho, não passa por, e passo citar “divertimentos fúteis e campanhas de propaganda”.

Do programa eleitoral, Carlos Canhoto quer apostar em varias áreas, como a do ambiente, cultura, saúde, educação e a criação de emprego. Quanto aos nomes que fazem parte da lista da CDU ao executivo, coube ao dirigente comunista José Catalino fazer a sua apresentação. Os independentes, Paula Miguel e António Vieira, seguem na 2ª e 3ª posição respetivamente. O militante do PCP, Aires Dinis encabeça a lista à assembleia Municipal da Guarda.

Honorato Robalo é o candidato à Freguesia da Guarda, o comunista referiu à Rádio F que uma das prioridades é lutar pela desagregação da atual freguesia, retomando as 3 freguesias urbanas, que existiam anteriormente à reestruturação efectuada há 4 anos.