Amanhã é lançada a primeira pedra dos Passadiços do Mondego, num investimento de 3 milhões de euros para um percurso de 12 quilómetros de extensão

À Rádio F, o Vice-presidente da Câmara da Guarda, e mesmo antes de ser conhecido o visto do tribunal de contas, detalhou o que vai nascer no âmbito deste projeto dos Passadiços do Mondego no vale do mondego. Sérgio Costa explicou que esta obra vai transformar todo o vale do mondego no concelho da Guarda e potenciar novos investimentos no setor do turismo.

O percurso é de cerca de 12 quilómetros e com as paisagens deslumbrantes pode levar cerca de 7 horas a ser realizado, diz Sérgio Costa na primeira pessoa. O Vice-presidente fala de um projeto diferenciador, os passadiços do mondego distam cerca de 15 minutos da cidade da Guarda e vão ter quatro portas de entrada juntos às localidades de Videmonte, Trinta, Vila Soeiro e Chãos.

Sérgio Costa fala do percurso onde vão ser recuperadas 2 passagens sobre o rio e construídas 3 novas pontes. Levadas e cascatas, bem como o açude e a central hidroelétrica do Pateiro, vão ser outros dos atrativos do percurso. Há outros locais para descobrir ao longo de 12 quilómetros, os chamados “caos geológicos”, bem como as antigas fábricas de tecelagem. Sérgio Costa destaca também os miradouros, como o do Mocho Real e dos Cabrizes, com vistas deslumbrantes, pontos naturais de atração por onde vão passar os Passadiços do Mondego. Junto ao paredão da Barragem do Caldeirão vai ser construída uma escadaria em madeira com quase 150 metros de desnível. O vice-Presidente da Câmara da Guarda fala ainda de um equipamento de “Slide”, que vai ser instalado numa parte do percurso dos Passadiços do Mondego.

Sérgio Costa diz que os Passadiços vão ser inteligentes, grande parte do percurso vai ficar equipado com rede de internet Wi-fi. Por fim o Vice-presidente da Câmara da Guarda refere que vai ser criado um plano de emergência para os passadiços, onde vão estar envolvidas todos os agentes de segurança, proteção civil e de manutenção do próprio equipamento. (ouvir aqui)

Foto: António Mendes