Há muito que se ouvia falar nessa possibilidade mas só na reunião do executivo da semana passada é que foi aprovada a proposta para um contrato de comodato para a cedência do imóvel à GNR.

Recorde-se que o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro já tinha reforçado que a vinda da UEPS para a Guarda era uma promessa do actual Governo e que apenas faltava um espaço físico que era da responsabilidade da Câmara.

A Escola C+S, por força da carta educativa, aprovada em Assembleia Municipal, no passado mês de Junho, acabou por encerrar e, por consequência, acelerar um processo que já se arrastava há vários anos.

O presidente da Câmara da Guarda, Sérgio Costa anunciou que a cidade vai receber o Comando Nacional e o Estado Maior da UEPS, a Companhia de Ataque Estendido, o Comando da Companhia da UEPS 14 Viseu Dão Lafões, Beiras e Serra da Estrela e Beira Baixa, um Posto de Intervenção e um Centro Nacional de Formação, num total de 250 militares.

O autarca acrescentou que a Guarda passa a ter um novo grande quartel militar e não esconde a satisfação pelo objectivo.

No final da reunião do executivo, PSD e PS, que aprovaram a proposta, deixaram reparos. Por parte dos social-democratas, o vereador, Carlos Chaves Monteiro afirmou que a vinda da UEPS para a Guarda teve como custo o encerramento de um estabelecimento de ensino e lamenta o silêncio do presidente da Câmara da Guarda em relação ao local escolhido.

Já a vereadora do PS, Adelaide Campos considerou que o fecho da escola era inevitável mas ressalvou que a forma como decorreu o processo poderia ter sido evitada se tivesse havido mais diálogo.

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close