Segundo nota enviada pela autarquia da Guarda  «a Piscina flutuante da Barragem do Caldeirão foi alvo de vandalismo. O fundo da piscina foi cortada e o material danificado. Por este motivo, o equipamento de lazer encontra-se encerrado. »
O Município da Guarda diz «expressar a sua profunda indignação pelo sucedido e realçar que pretende usar todos os meios ao seu alcance, quer judiciais quer administrativos, com vista a evitar atos que não dignificam em nada os nossos cidadãos e o concelho, solicitando a todas as autoridades locais, através da sua ação, maior colaboração e cuidado na prevenção deste tipo de atos criminosos. Apelamos também a todos os munícipes: Protejam a cidade e o concelho; denunciem e repudiem situações de vandalismo.»

O comunicado refere que o« Município está a proceder a todos os meios para que o equipamento volte a funcionar com a maior brevidade possível.»

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close