A Guarda vai ter uma nova escultura, desta vez na rotunda do Rio Diz

O Presidente da Câmara da Guarda anunciou na reunião do executivo, que vai ser inaugurada na cidade uma nova escultura, mais concretamente na rotunda do Rio Diz.

A reação dos vereadores do PS à novidade foi o voto contra, uma vez que consideram que o município está a esbanjar dinheiro em estátuas, numa altura em que é necessário captar empresas para criar postos de trabalho. O vereador Joaquim Carreira não entende a decisão da Câmara.

Depois de fazer as contas, Joaquim Carreira sublinhou que a Câmara da Guarda só em esculturas, em menos de dois anos já investiu um milhão de euros, fora a que está prevista para a rotunda do Rio Diz que irá custar 93 mil euros. O vereador socialista também defende que o concurso devia ser mais abrangente, e não ser limitado apenas a três escultores da Guarda.

Na resposta, o Presidente da Câmara da Guarda referiu mais uma vez que o objetivo deste executivo é recuperar o tempo perdido enquanto o PS esteve a liderar a autarquia. Álvaro Amaro considera que a postura do Vereador Joaquim Carreira é um insulto.

rotunda rio diz