O Comando Territorial da GNR da Guarda e a Guardia Civil, realizaram esta semana, na estrada nacional 332, no cruzamento de São Pedro do Rio Seco, no concelho de Almeida, um exercício de policiamento transfronteiriço, ao abrigo do acervo Schengen, para treinar a operacionalidade das comunicações entre a GNR e a Guardia Civil,  simulando uma operação policial, no âmbito das perseguições transfronteiriças. O exercício consistiu na simulação de um furto ocorrido em território  Espanhol, seguido de fuga e perseguição transfronteiriça e intercepção em território Nacional ao abrigo do Acordo entre a República Portuguesa e o Reino de Espanha, como explica o capitão do Comando da GNR, Rui Coelho. O capitão Rui Coelho destacou também que com este exercício pretendeu-se reforçar e ampliar a cooperação transfronteiriça policial, para identificar os possíveis constrangimentos, afim de colmatá-los e ter uma maior eficácia possível. Já o porta-voz da Guardia Civil de Salamanca, Adolfo Granado, disse que o exercício correu bem, nomeadamente a coordenação, para uma colaboração rápida na intercepção. Este exercício mobilizou o Destacamento Territorial da GNR de Vilar Formoso, o Destacamento de Trânsito da GNR da Guarda, o Centro de Cooperação Policial e Aduaneira de Vilar Formoso e ainda a Guardia Civil de Espanha.

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close