Isto acontece porque sistematicamente os três primeiros procedimentos ficaram desertos. Um facto que está a preocupar o presidente da câmara da Guarda, até porque a autarquia está empenhada em levar a cabo este projeto que já contou com uma candidatura que permitiu a aquisição de contentores para o efeito, referiu Sérgio Costa. Agora o novo concurso tem um preço base de 220 mil euros para meio ano, e o autarca espera que desta vez o mercado responda para ser possível por em prática este projeto considerado importante para a sustentabilidade ambiental.

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close