Mais de 200 operacionais combateram o fogo na freguesia de Gonçalo

Mais de 200 bombeiros combateram ontem à tarde um incêndio na freguesia de Gonçalo, no concelho da Guarda. As chamas andaram perto da aldeia de Seixo Amarelo e só à noite, é que o fogo entrou em fase de conclusão.

O vereador responsável pelo pelouro da protecção civil na Câmara da Guarda, Sérgio Costa, referiu, em declarações exclusivas à Rádio F, que este foi um novo foco de incêndio numa zona muito perto daquela que já tinha ardido durante a semana. Na semana passada, 7 freguesias do concelho da Guarda foram assoladas pelo incêndio que teve início em Fernão Joanes e que rapidamente se alastrou às aldeias vizinhas. Sérgio Costa não escondeu que o cenário é desolador.

O vereador responsável pelo pelouro da protecção civil na Câmara da Guarda adiantou ainda que o primeiro objectivo foi sempre salvaguardar as populações, mas que houve momentos complicados. Os prejuízos dos incêndios estão ainda a ser calculados. Sérgio Costa explica que só depois é que a Câmara poderá avançar com qualquer tipo de apoio.

Ontem à tarde um novo foco de incêndio na freguesia de Gonçalo, voltou a dar trabalho a cerca de 200 bombeiros que estiveram no local, de várias corporações dos distritos da Guarda, Viseu, Aveiro, Lisboa e Setúbal.

Ao final da noite, os bombeiros juntaram-se no quartel de Gonçalo. O presidente da direcção, Pedro Pires deu conta da logística e do empenho de vários voluntários. A ajuda da população durante o dia também foi importante. Para além dos voluntários, houve também ajuda de restaurantes e grandes superfícies comerciais de Belmonte, como acrescentou Pedro Pires.

Foto: B.V. de Gonçalo