Os serviços do tribunal de Seia irão manter-se, serão autónomos e até poderão ser reforçados, passando a estrutura a designar-se Tribunal Judicial de Seia. A novidade foi dada pelo presidente da Câmara, no âmbito de uma visita por parte da Secretária de Estado Adjunta e da Justiça à Comarca da Guarda.

Em declarações à Rádio F, o autarca Filipe Camelo falou também com satisfação do regresso do Tribunal Coletivo assim como o Tribunal Cível. Para além das garantias que obteve junto da Secretária de Estado da Justiça, Helena Ribeiro que considera muito positivas, o autarca Filipe Camelo referiu também a parceria que poderá vir a existir entre os municípios e o governo, no sentido de ser necessário fazer obras nos respetivos tribunais.

O presidente da Câmara de Seia mostra-se otimista em relação às medidas do novo governo e lamenta que o anterior não tenha facilitado o diálogo com os municípios em relação ao mapa judicial que foi implementado.

Da parte da Secretária de Estado Adjunta e da Justiça ficou a   garantia que o tribunal de Seia vai ter a permanência do tribunal de família e Menores e o regresso do Tribunal Coletivo e Cível.

lei

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close