Tribunal da Guarda decretou Pulseira Eletrónica para um homem suspeito de violência doméstica

Um homem de 68 anos de idade do concelho da Guarda ficou com pulseira eletrónica depois de ter siso detido pela GNR por suspeita de violência domestica. A detenção resultou depois da alegada vitima, uma mulher de 66 anos de idade ter apresentado queixa por violência domestica como deu conta à Rádio F, o capitão Cláudio Saraiva da GNR da Guarda. A alega violência ocorreu no concelho da Guarda, entretanto o suspeito foi presente a tribunal, tendo-lhe sido aplicado como medida de coação o afastamento da ofendida num raio de dois quilómetros, controlado por meios de vigilância eletrónica.