Trabalhadores do Centro Educativo do Mondego promovem hoje uma manifestação

A União dos Sindicatos da Guarda e os trabalhadores do Centro Educativo do Mondego promovem, hoje às 14h30, uma manifestação em frente ao edifício na freguesia de Cavadoude, na Guarda. Os sindicalistas dizem que amanhã o Centro Educativo deixa de ter jovens e que continua o silêncio em relação ao futuro daquele serviço.

José Pedro Branquinho, coordenador da União de Sindicatos da Guarda, diz que os técnicos profissionais de reinserção social foram surpreendidos com uma proposta de mobilidade parcial para outros centros, na zona de Lisboa.

José Pedro Branquinho recorda que para o Centro Educativo do Mondego estava projectado um novo serviço para seniores, mas lamenta ausência de respostas e o silêncio por parte do Ministério da justiça e do Governo.

Com o sentido de obterem respostas em relação ao futuro, os trabalhadores do Centro Educativo do Mondego promovem, esta tarde, uma manifestação frente ao edifício, em Cavadoude, no concelho da Guarda.

De acordo com o Sindicato, a partir de amanhã, o Centro deixa de ter jovens e não há respostas por parte do Ministério da justiça e do Governo.

Foto: solaresebrasoes.blogspot.com