Sindicato dos Enfermeiros Portugueses reclama o pagamento do suplemento remuneratório para todos os enfermeiros especialistas da ULS da Guarda

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses reclama o pagamento do suplemento remuneratório para todos os enfermeiros especialistas da ULS da Guarda. O sindicalista Honorato Robalo refere que o decreto de lei, recentemente publicado, que prevê a compensação remuneratória é positivo, mas mostra-se desconte com o valor definido, que é de 150 euros. Honorato Robalo reclama que este suplemento remuneratório deve ser atribuído a todos os enfermeiros especialistas, reconhecidos como tal, pela ordem dos enfermeiros. O sindicalista diz que o conselho de administração da ULS da Guarda não atribuiu esta majoração de remuneração a 60 enfermeiros que prestam serviços na rede da Unidade Local de Saúde da Guarda.

O próximo passo para reivindicar este suplemento remuneratório não atribuído a estes enfermeiros, passa para já, por reclamações individuais por parte dos profissionais desta classe. Honorato Robalo também refere que o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses vai questionar o conselho de administração da ULS da Guarda à cerca deste assunto.