Depois de Seia, o centro de Saúde de Trancoso é o que necessita de obras de fundo na rede de Cuidados de Saúde Primários da ULS da Guarda

A diretora Clinica para os Cuidados de Saúde Primários da Unidade Local de Saúde da Guarda, já visitou todos os centros de saúde da ULS e sinalizou as necessidades nas infraestruturas e equipamentos. Fátima Lima no programa da Rádio F, “Conversa em Binómio” referiu que em quase todos os centros de saúde, há a necessidade de fazer algumas intervenções e manutenções, Seia foi o centro de saúde com as piores condições detetadas. Em alguns centros de saúde, as pequenas obras de manutenção já estão no terreno por parte de equipas internas da ULS da Guarda, garantiu a médica Fátima Lima.

Já se sabe que em Seia foi apresentado um projeto para requalificar o centro de saúde, a diretora Clinica para os Cuidados de Saúde Primários referiu, que o centro de saúde de Trancoso é aquele que precisa de obras profundas, de uma forma mais célere.

Também a rede informática já está a ser intervencionada, a médica Fátima Lima conta que durante o mandato deste Conselho de Administração da ULSG, sejam instalados ao todo, 600 novos computadores nos centros de saúde, para além de uma melhoria na velocidade de acesso à internet. Fátima Lima esteve no “Conversa em Binómio” da Rádio F. (ouvir aqui).