A seca está afetar fortemente a produção da castanha e do azeite

As produções de azeite e da castanha estão seriamente afetadas pela seca que assola o país. A falta de chuva tem feito com que estes dois frutos estejam a sofrer enormes quebras com a falta de água. O vice-presidente da Associação de agricultores do distrito da Guarda, Mário Triunfante Martins mostra-se desolado, até porque as perdas são mais do que muitas em todas as produções agrícolas e pecuárias.

Para já as quebras da produção da castanha e azeite podem rondar os 60%, e em alguns locais as perdas são mesmo totais. O dirigente associativo considera que este ano vai ser um dos piores de sempre no sector primário.

Para o início da próxima semana está prevista queda de chuva, em alguns casos os prejuízos são irreparáveis.

No início do verão o governo aprovou uma serie de medidas para ajudar a mitigar a seca, ainda assim o vice-presidente da AAG considera que este problema deve ser encarado a nível estrutural.