Residência junto à escola Secundária Afonso de Albuquerque na Guarda pode vir a receber alunos do IPG

A carência de alojamento para alunos do IPG pode ter um fim à vista, há uma residência na Guarda em frente à Escola Secundaria Afonso de Albuquerque que pode vir alojar alunos do Politécnico da Guarda. A falta de quartos para dar resposta à procura de alojamento para alunos é uma questão que se tem vindo arrastar nos últimos meses, várias hipóteses já foram colocadas em cima da mesa por parte do IPG para colmatar essa necessidade, falou-se da pousada da juventude, mas ao que tudo indica essa possibilidade estará descartada. Agora surge a hipótese do IPG usufruir das instalações de um residência afeta ao ministério da educação, o presidente do Politécnico da Guarda, Constantino Rei referiu à Rádio F, que na próxima semana deverá ter em encontro com a diretora regional de educação do centro, para equacionar essa hipótese. Do encontro poderá surgir um acordo para a cedência da superfície do espaço, mas Constantino Rei quer conhecer eventuais encargos, para que o IPG possa gerir aquele espaço.

O presidente do IPG reitera, que a possível cedência da residência em frende à escola secundaria Afonso de Albuquerque ao IPG é no fundo zelar e otimizar um espaço que pertence ao Estado