A referência à profissão do deputado Agostinho Gonçalves na Assembleia Municipal da Guarda, gerou uma troca de “mimos” entre o deputado socialista e Álvaro Amaro

A Assembleia Municipal da passada sexta-feira não ficou apenas marcada apenas pela troca de argumentos do deputado Joaquim Carreira com Álvaro Amaro. Na bancada socialista, Agostinho Gonçalves referiu que já chega de falar do passado.

Aqui, Álvaro Amaro pegou numa entrevista dada pelo deputado Agostinho Gonçalves num jornal da cidade, onde o socialista terá dito que o presidente da Câmara da Guarda tem outros horizontes e que passa pouco tempo na cidade. Álvaro Amaro deixou entender que tem pouca oposição política. Álvaro Amaro aconselhou o socialista a estudar para ter solidez no que defende.

O deputado Agostinho Gonçalves pediu a defesa da honra para lamentar as palavras do presidente da Câmara da Guarda. O socialista diz-se ofendido, por a sua profissão ter sido posta em causa.

Agostinho Gonçalves, visivelmente irritado acabou por sair da sala da Assembleia e já não ouviu a defesa da honra do presidente do Município. Álvaro Amaro retificou e referiu que o deputado deve ler e estudar como deputado municipal.

A troca acesa de palavras entre os deputados socialistas Agostinho Gonçalves e Joaquim Carreira e o presidente da Câmara da Guarda foi um dos momentos mais acalorados da Assembleia Municipal de sexta feira passada. As obras no largo da misericórdia e nos antigos paços do concelho e uma entrevista concedida por Agostinho Gonçalves a um jornal da cidade foram o mote para a discussão.