A PSP desativou o “objeto suspeito” na superfície comercial do Pingo Doce da Guarda

Ontem à tarde instalou-se o pânico no hipermercado Pingo Doce, no bairro de S. Domingos, na Guarda. Devido ao alerta para um engenho explosivo, que foi dado por um funcionário via 112, pelas 12:32, o supermercado teve de ser evacuado e só reabriu por volta das 8 da noite.

De acordo com o CDOS, o alerta dava conta da existência de um alegado engenho explosivo “colocado em cima das garrafas de gás numa das entradas do estabelecimento comercial, o que criou um aparato naquela zona da cidade.
No seguimento do alerta, a área foi isolada e foram adotadas as medidas de segurança que se aplicam em situações desta natureza. Deslocaram-se ao local um total de 20 homens e nove viaturas das forças de segurança, da Polícia Judiciária, dos Bombeiros Voluntários da Guarda e da Proteção Civil Municipal.

Num comunicado enviado à imprensa, às 23h30, a Polícia de Segurança Pública informou que desativou o “objeto suspeito”. «A equipa de inativação de explosivos da PSP de Viseu procedeu à disrupção do objeto suspeito, que não foi especificado». Seguem-se, posteriormente, investigações pela Polícia Judiciária, indicou a mesma fonte policial.