Projeto para a barragem do Caldeirão foi abordado na última reunião do executivo da câmara da Guarda

Os vereadores do PS na Câmara da Guarda questionaram a maioria sobre um projeto que vai nascer na barragem do caldeirão, destinado à prática desportiva. Os socialistas reconheceram que não tinham qualquer informação sobre a intenção do executivo e que tinham ouvido falar do mesmo nas redes sociais. Em causa está a criação de uma piscina fluvial junto à Barragem numa primeira fase e posteriormente um pequeno centro náutico. O vereador do PS, Joaquim Carreira lamenta não ter sido informado sobre este projecto. O socialista acrescenta que os vereadores do PS raramente são informados acerca de várias questões. Neste caso concreto, o vereador socialista diz é necessário reunir vários pareceres para concretizar a obra.

O presidente da Câmara da Guarda diz que os vereadores socialistas têm que ser informados sobre as decisões do executivo. Contudo, estranha tantos pedidos de documentos por parte dos vereadores do PS. Álvaro Amaro explicou um pouco do projeto que está a ser feito para a barragem do caldeirão mas admite que faltam pareceres para uma fase da obra. A colocação da piscina fluvial é que já pode avançar ainda este verão. O presidente da Câmara da Guarda afirma, que não faz obras sem obter pareceres por parte das entidades competentes e que, também por essa razão, não divulgou publicamente o projeto para a barragem do caldeirão.