Prisão preventiva para um homem suspeito do crime de violência doméstica no concelho de Foz Côa

O Comando Territorial da Guarda da GNR, através do Posto Territorial de Vila Nova de Foz Côa, deteve um homem, de 60 anos, por violência doméstica, no concelho de Vila Nova de Foz Côa.

A detenção ocorreu no âmbito de uma queixa de violência doméstica, em que uma mulher, de 48 anos, esposa do suspeito, era vítima de agressões físicas e verbais,  assim como alvo de ameaças de morte, com recurso a uma faca de cozinha.

Em comunicado, a GNR explica que durante a diligência que decorria no interior do posto, era percetível visualizar uma viatura, que circundou repetidas vezes o posto, procurando inteirar-se do que sucedia. A referida viatura foi identificada como sendo pertença do agressor, que deste modo, tentava intimidar a vítima, para que esta não formalizasse a queixa.

De imediato os militares tentaram abordar o indivíduo, o qual se colocou em fuga, acabando por se despistar, resultando na sua detenção, como deu conta o capitão Cláudio Saraiva, relações públicas do Comando Territorial da GNR da Guarda.

O detido, foi presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial da Comarca de Vila Nova de Foz Côa, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva, sendo o mesmo conduzido ao estabelecimento Prisional da Guarda. (ouvir aqui)