O Presidente do IPG vê com bons olhos a possibilidade da Pousada da Juventude da Guarda ser transformada numa residência para estudantes

Esta parece ser a intenção do Governo em colocar à disposição das instituições do Ensino Superior as pousadas da juventude do país, alterando a funcionalidade para residência de estudantes. Joaquim Brigas aplaude esta intenção e caso se concretize, a localização desta infraestrutura na Guarda é a ideal, até porque se encontra na mesma avenida de outras residências e refeitórios do Politécnico, referiu no programa da Rádio F, Bilateral. Criar uma zona de estudo aberta 24 horas por dia nesta infraestrutura é outra ideia que o presidente do IPG tem em mente. O facto da Pousada da Juventude ter um auditório é uma mais-valia, refere Joaquim Brigas, que gostaria de ver dinamizado com atividades culturais. (ouvir aqui)