Os produtores de frutos de montanha também reclamam apoios devido à escassez de água

Os produtores de frutos de montanha também estão a sentir dificuldades devido à escassez de água. A produtividade das várias culturas está a ser afetada, o Presidente da AAPIM, Associação de Agricultores para Produção Integrada de Frutos de Montanha, José Assunção entende que os apoios dados aos produtores de gado deviam ser extensíveis aos agricultores que cultivam frutos nas regiões mais assoladas pela seca.

As reduções da produção devido à falta de água são significativas, principalmente nas culturas da vinha reconvertida e também no olival. José Assunção acrescenta ainda, que as culturas este ano estão uma ou duas semanas adiantadas em relação ao ano anterior. As culturas mais afetadas na região são a vinha e o olival.

A Associação de Agricultores para Produção Integrada de Frutos de Montanha, com sede na Guarda presta apoio para uma agricultura integrada e sustentável, o presidente da AAPIM refere que este é o caminho para o setor na região, até porque as alterações climáticas estão aí a vista de todos.