O ciclista da Guarda, David Rodrigues, chegou à cidade mais alta na 19ª posição

Foi a mais dura etapa dos últimos anos da Volta a Portugal. Joni Brandão fugiu cedo do grupo de perseguidores, teve com mais de 1 minuto e meio de vantagem mas, já na Guarda, na Avenida de Salamanca, foi ultrapassado. Depois na última subida da etapa, Gustavo Veloso foi o mais rápido.

O espanhol, da W52 – Futebol Clube do Porto, foi o mais rápido e cortou a meta em primeiro lugar. Poucos minutos depois, explicou que a estratégia que delineou para ultrapassar a concorrência a poucos metros da meta. Gustavo Veloso venceu a etapa que ligou Belmonte mas a camisola amarela continua no colega de equipa Rui Vinhas, que resistiu às dificuldades e terminou na quinta posição.

Já o corredor da Guarda, David Rodrigues, da Rádio Popular Boavista, chegou na 19ª posição subindo muitos lugares na classificação geral individual, passando da 52ª para a 34ª posição. Missão cumprida, diz David Rodrigues. O corredor vincou ainda o apoio da família e dos adeptos.

DSC09197