A Câmara da Guarda e o Instituto Politécnico vão, em breve, assinar um protocolo que prevê que parte do Centro Apostólico possa funcionar como residência para estudantes e que a Residência da Gulbenkian, que já tem essa função, possa também albergar alunos do Ensino Superior.

No caso do Centro Apostólico, a cedência deverá ser para os próximos 6 anos e para a residência da Gulbenkian o contrato terá a duração de 12 anos, como referiu o presidente da Câmara da Guarda. Sérgio Costa reconhece que há falta de alojamento para os estudantes do Ensino Superior, mas adianta que é um problema a nível nacional.

O vereador do PS falou sobre o assunto para explicar que inicialmente os contratos tinham a duração de um ano e que foi ele quem alertou para que o prazo fosse alargado para 6 e 12 anos.

Esta proposta de alargamento do prazo de cedência foi aprovada por unanimidade. O vereador do PSD, Carlos Chaves Monteiro disse que também os vereadores social-democratas iriam apresentar essa proposta mas Luís Couto falou primeiro.

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close