O número de cesarianas na Maternidade da Guarda baixou 9%

A Maternidade da Guarda baixou em 9%, o número de cesarianas em 2018. Em 2017 a taxa era de 39,4% e segundo o serviço de obstetrícia da ULS da Guarda em 2018, baixou para os 30,5%. Esta percentagem, parece ter sido uma meta acordada entre o Conselho de Administração da ULS da Guarda e o serviço de obstetrícia do Sousa Martins. Cremilda Sousa, diretora deste serviço diz que foi com agrado que registou este decréscimo, até porque este item é um dos que integra a avaliação da qualidade das maternidades. Baixar este número ainda é possível, diz a médica Cremilda Sousa, mas fatores de contexto geográfico, podem ser um entrave.

Atualmente este serviço da ULS da Guarda conta com 8 médicos, Cremilda Sousa não esconde que gostaria de ver pelo menos mais 2 novos médicos Obstetras a trabalhar nesta maternidade. (ouvir aqui)