O município da Guarda vai homenagear Carolina Beatriz Ângelo, uma mulher da Guarda que ousou ter voz muito antes da “Revolução pela Liberdade”

O Município da Guarda assinala o “25 de Abril” com uma série de iniciativas na cidade e no concelho. Este ano, a Câmara Municipal vai homenagear Carolina Beatriz Ângelo, uma Mulher da Guarda que ousou ter voz muito antes da “Revolução pela Liberdade”, na Sessão Solene comemorativa do 45º aniversário do 25 de Abril de 1974.  Maria João Fagundes (neta de Beatriz Ângelo) e Antonieta Garcia vão fazer intervenções, a partir do tema “Sonhar o Futuro, Ousar ter Voz”, em forma de homenagem à primeira mulher portuguesa a ter direito ao voto.

Logo após  o encerramento da Sessão solene, pelo Presidente da Câmara Municipal, Carlos Chaves Monteiro, tem lugar a dramatização “Carolina Beatriz Ângelo: Valores e Cidadania”,   pelo Clube “Saberes com Arte” do Agrupamento de Escolas da Sé.  Cerca das 12h30 será inaugurada no Jardim José de Lemos a exposição “Viver Abril”.  No período da tarde, as comemorações da efeméride recomeçam no Pavilhão Municipal de S. Miguel, com o já habitual Torneio de Basquetebol “25 de Abril”.

Meia hora mais tarde, às 14h30, será inaugurado o mural “(in)temporal”, na Avenida Alexandre Herculano, uma iniciativa do Conselho Municipal da Juventude que, logo de seguida, promove  o Fórum “A voz aos jovens”, nos Paços do Concelho. Já às 15h30 será inaugurado um equipamento público de apoio à Freguesia de João Antão, e uma hora mais tarde, 16h30, são inauguradas as obras de requalificação nas Ruas Prof. Honorato Antunes  e Padre Manuel Fernandes, na localidade de Pêga.

As Comemorações do dia da “Revolução dos cravos” terminam no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda, às 21h30, com um concerto por Katia Guerreiro, um espetáculo que marca também o 14º aniversário deste equipamento municipal.