A morte de uma criança ontem à tarde na Catraia do Sortelhão, poderá ter sido causada pela própria mãe

Uma criança morreu, ontem à tarde, na localidade de Catraia do Sortelhão, na freguesia de Santa na Azinha, no concelho da Guarda.

A morte de um menino de 9 anos ocorrida na localidade de Sortelhão, na Guarda, poderá ter sido causada pela sua mãe, disse à agência Lusa fonte da Polícia Judiciária (PJ) local. Segundo a mesma fonte, o caso está na fase inicial de investigação, mas esta é a causa mais plausível. Para a PJ, a “hipótese mais provável” é a de homicídio da criança por parte da mãe, que “tentou suicidar-se a seguir” com medicamentos. A mulher foi assistida no local e foi transportada posteriormente para o serviço de urgências do Hospital da Guarda. Fonte do  CDOS da Guarda  adiantou que o alerta foi dado cerca das 16h:39m.

Quando os bombeiros chegaram ao local, ainda foram feitas manobras de reanimação mas sem sucesso, como relatou à Rádio F o comandante dos voluntários da Guarda. Paulo Sequeira referiu ainda os meios que estiveram no local, os voluntários fizeram deslocar para o local 2 ambulâncias, a que se juntou a VMER da Guarda. No local estiveram ainda militares da GNR e a PJ da Guarda, que está agora a investigar o caso.