Médicos estão em greve durante três dias, uma paralisação apoiada pela Ordem dos Médicos

Os médicos começam hoje uma greve de 3 dias. Em causa estão as medidas que foram implementadas aquando da Troika em Portugal. Um dos principais motivos prende-se com o excesso de horas.

José Manuel Rodrigues, representante da Ordem dos Médicos na Guarda, refere que com estas medidas em vigor podem colocar em causa a saúde dos utentes do SNS, O excesso de horas na urgência, o descanso compensatório, a reposição integral de pagamentos de horas e medidas para a fixação de médicos em zonas carenciadas, são alguns dos motivos que levam os médicos a fazer esta greve.

José Manuel Rodrigues diz que a greve não é do agrado dos médicos mas que esta é a única forma de demonstrarem o descontentamento, uma vez que não conseguem ser ouvidos. O representante da Ordem dos Médicos na Guarda acredita que vai haver uma boa resposta por parte da classe, na adesão a esta greve convocada pelo Sindicato e apoiada pela Ordem.