Júlio Santos acredita ser candidato único à concelhia do PSD Guarda. [Júlio Santos] “… só se aparecer alguma lista de marionetas comandadas remotamente por alguém que se julgue dono do partido”

Júlio Santos é candidato à presidência da concelhia da Guarda do PSD. O social-democrata vai liderar uma das listas a sufrágio, sendo provável que surja ainda outra candidatura.

As eleições para a concelhia da Guarda já tinha sido um dos assuntos do Radiograma. O comentador, Pedro Nobre avançou que Júlio Santos seria um dos prováveis candidatos, agora já é certo, Júlio Santos vai mesmo avançar.

Em declarações à Rádio F, o candidato explicou os motivos que o fizeram avançar, acrescentando que a lista é composta por militantes sem amarras. Júlio Santos adianta que a lista que está a ser constituída é consensual dentro do partido. Na entrevista exclusiva que deu à Rádio F, Júlio Santos não acredita que surja uma outra lista, a não ser que seja “composta por marionetas comandadas remotamente por alguém que se julgue dono do partido”, refere o candidato.

A lista que surgiu há dois anos resultou de um consenso dentro da concelhia. Júlio Santos não esconde que houve duas fações mas que nunca surgiram problemas. Agora o candidato diz que um dos objetivos é unir mais o partido.