Já está na estrada o 2º Grande Prémio Internacional de Ciclismo das Beiras e Serra da Estrela

A 1ª etapa é a mais longa, quase 200 quilómetros, entre Penamacor e Celorico da Beira, com passagem pela Guarda. A partida simbólica estava marcada para as 11h15. Os corredores saem em direcção ao Fundão, Covilhã e Belmonte e entram no distrito da Guarda pelo concelho do Sabugal, estando a passagem pela cidade mais alta prevista para as 15H30, do dia 2 de Junho, com passagens pela Rua Nuno Alvares, Largo General Humberto Delgado (com um prémio de montanha), Rua Batalha Reis e Avenida Rainha D. Amélia em direcção à Estrada Nacional 16, que levará a caravana até à Rua dos Bombeiros, em Celorico da Beira. O primeiro corredor deverá chegar às 16H13.

No segundo dia, o pelotão cumpre 186 quilómetros, entre Fornos de Algodres (partida às 11H30) e Trancoso (chegada às 16H18). Após a saída, a caravana passa por Celorico, Pinhel, Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo e Meda até chegar a Trancoso.

A etapa mais curta, de 161 quilómetros, será no terceiro e último dia de prova, mas poderá ser a que exige mais esforço aos corredores. O início será em Belmonte (11H45) e a entrada no concelho da Guarda será através de Valhelhas. A partir daqui, a caravana sobe ao Alto de Famalicão, passa por Fernão Joanes, Meios, Trinta e Videmonte em direcção ao concelho de Celorico da Beira através da Estrada Nacional 17. Ao chegarem à aldeia de Carrapichana, os corredores cortam à esquerda para Gouveia e seguem para Seia, onde começam a subir em direcção ao Alto da Torre, descendo depois para Manteigas.

Em prova vão estar 17 equipas de 8 países, com destaque para as formações lusas da Efapel, W52/FC Porto; Sporting, Louletano, Boavista, LA Alumínios e Selecção Nacional de Sub-23. Em prova estão ainda 3 equipas espanholas, uma da Rússia, Bolívia, Alemanha, Inglaterra, Malásia e duas formações do Kuwait.