Hoje é dia de mercado quinzenal na Guarda, Álvaro Amaro reconhece que o local não oferece as condições mínimas aos feirantes

O presidente da Câmara da Guarda reconhece que o local onde se realiza o mercado quinzenal não oferece o mínimo de condições aos feirantes, mas também já anunciou que até ao final do mandato não vão surgir alterações.

Álvaro Amaro diz que já foram feitos estudos e experiências e que uma das soluções pode passar por transferir um dos mercados quinzenais para o centro da cidade, num Domingo em vez da habitual quarta-feira.

Foto: Arquivo