Uma doença onde a rapidez de atuação é fulcral para uma das patologias que mais mata, ou que deixa graves sequelas nos doentes que sofrem um AVC, lembrou à Rádio F, João Correia, diretor do serviço de medicina Interna do Hospital Sousa Martins. O clínico relembra os principais sintomas de um AVC e sublinha a importância, de ao mínimo sinal, o doente deve ser levado para uma Urgência Hospitalar. O hospital da Guarda dispõe de uma unidade de AVC´s que está integrada no Serviço de Medicina Interna e dá resposta a estes doentes, que entram pela Urgência Geral do hospital Sousa Martins  O médico volta a sublinhar a importância da rapidez de atuação em casos de AVC. Assim que um doente é sinalizado é acionada a chamada Via Verde AVC e na Guarda a atuação passa pela farmacologia e se necessário, o doente é transferido para Coimbra onde são realizadas outras técnicas evasivas. O diretor do serviço de Medicina Interna do Sousa Martins, diz que a Unidade de AVC do Hospital da Guarda está devidamente equipada para dar resposta aos casos de Acidente Vascular Cerebral.

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close