Há 7 ideias de espaços para a localização do Multiusos da Guarda, 3 desses locais parecem ganhar mais força

A empresa de arquitectos do Porto que a Câmara da Guarda contratou para fazer o estudo das possíveis localizações do futuro pavilhão multiusos, apresentou ontem 7 ideias de espaços com o respectivo valor do investimento a realizar.

Das 7 propostas parece haver 3 que reúnem maior consenso, até pelo valor que é substancialmente menos elevado. A ideia de fazer o pavilhão no local onde está o estádio municipal ficou quase de fora, bem como o terreno onde se localiza a feira quinzenal ou a quinta da maunça. Construir o multiusos ou nave de exposições nos estacionamentos do parque urbano do rio diz, criando ainda um parque subterrâneo é uma das possibilidades mas a criação do futuro equipamento também pode passar pela recuperação da antiga fábrica Tavares ou das antigas instalações da Delphi. Ainda assim, os valores nunca seriam inferiores a 10 milhões de euros.

O arquitecto Manuel Ventura começou por falar da antiga fábrica de cablagens, que não pertence ao Município e que, por essa razão, teria de haver novo investimento. Construir o pavilhão na antiga fábrica Tavares obrigaria a fazer um novo acesso rodoviário, como adianta Manuel Ventura. É aqui que surge o parque de estacionamento do parque urbano. Uma ideia que parece menos dispendiosa, mesmo com a possibilidade da construção de um parque subterrâneo.

Manuel Ventura explicou também que há duas soluções para a construção do novo equipamento. A primeira e menos dispendiosa passa pelo pavilhão multiusos. A solução B é a construção de um polidesportivo e de um pavilhão de exposições, que ficariam com ligação. Manuel Ventura explica ainda os critérios que foram usados na seleção das várias hipóteses.

Para já todas as soluções não passam de meras hipóteses. O presidente da Câmara da Guarda diz que o investimento será sempre elevado. Por isso é necessário ponderar e encontrar fundos comunitários. Das 7 propostas parece haver 3 que reúnem maior consenso, até pelo valor que é substancialmente menos elevado.