Greve dos professores com pouco impacto na realização das provas de aferição

Os professores estão hoje em greve. A Federação Nacional de Educação e Fenprof anunciaram a paralisação depois de não terem conseguido obter do Governo garantias quanto às suas reivindicações.  Como estão assegurados os serviços mínimos as provas de aferição estão a decorrer com normalidade, como dá conta a sindicalista Sofia Monteiro.

Sofia Monteiro recordou os motivos que levaram a este dia de greve e acrescenta que o Ministério da Educação é o principal responsável por esta paralisação. A FNE e a FENPROF agendaram para hoje uma greve mas os serviços mínimos estão assegurados.

Durante  esta quarta-feira decorreram as provas de aferição de Matemática e Estudo do Meio do 2º ano de escolaridade e exames nacionais do 11º ano às disciplinas de Física e Química A (uma das provas com maior número de inscritos), Geografia A e História da Cultura e das Artes.